Buscar no site:
Participação da CEPLAC/MAPA é destaque no 10º Festival Internacional do Chocolate e Cacau

Além de importante parceiro na organização do 10º Festival Internacional do Chocolate e Cacau, realizado de 18 a 22 de julho, no Centro de Convenções de Ilhéus, a CEPLAC participou ativamente com seus técnicos e dirigentes durante as solenidades de abertura e encerramento do evento, rodada de negócios e palestras técnicas proferidas pelos seus pesquisadores nas principais Oficinas constantes na programação.

Outro destaque é o estande da instituição, que recebeu durante o evento um grande número de visitantes do Brasil e de outros países. No local a CEPLAC disponibilizou as mais modernas tecnologias direcionadas para a cacauicultura.     

O Superintendente da CEPLAC para BA e ES, Carlos Alexandre Brandão, participou dos principais momentos da programação, com destaque para as solenidades que marcaram a abertura e o encerramento do evento. Ele parabenizou os servidores da CEPLAC envolvidos nas diversas atividades e ressaltou o crescimento que o evento vem experimentando a cada edição. “Esse festival já está consolidado como o melhor do gênero no Brasil, e a CEPLAC na condição de parceira desde a sua primeira edição e de detentora de expertise no assunto sobre cacau, avalia com satisfação o grau de mobilização da economia regional e de todo o estado, com a participação dos maiores chocolateiros do país e do exterior”.

Na questão do foco que o evento dá ao chocolate de qualidade, o superintendente enfatiza “o que era sonho, hoje é uma realidade, pois o chocolate fino hoje já é uma realidade que extrapola as fronteiras da região e o papel da CEPLAC é continuar incentivando e disponibilizando tecnologia moderna a todos que demonstrem interesse nessa atividade”.

Durante o evento ocorreu a reunião de apresentação do resultado da Oficina de Planejamento do Polo Litoral Sul da Bahia da Rota do Cacau e rodada de negócios da Carteira de Projetos. A CEPLAC foi representada na oportunidade pelo chefe de Planejamento e Projetos Especiais da CEPLAC/Sueba, Antonio Zugaib.

Outro destaque da programação foi o VI Fórum Brasileiro do Cacau, que apresentou painéis sobre a cacauicultura no Brasil e no Mundo, produção de cacau fino, sustentabilidade da cultura do cacau e avanços tecnológicos. Um dos Painéis foi apresentado pela pesquisadora, Neyde Alice Bello, especialista em cacau e chocolate da CEPLAC, e teve como temática “os segredos de um cacau campeão”.

O empresário Marco Lessa, coordenador do evento fez uma avaliação otimista: “Estamos celebrando esses 10 anos de Festival enfatizando a importância que o cacau e o chocolate têm para essa região. Nesta edição promovemos um crescimento na estrutura e no número de expositores, ampliando ainda mais as opções existentes na programação e atraindo compradores de todas as partes do Brasil e do exterior. Atualmente possuímos 70 marcas de chocolates de origem com 130 expositores, portanto, houve um crescimento desde a sua criação quando não existia nenhuma marca”.

Lessa fez questão de destacar também a importância da CEPLAC em todo o processo: “A CEPLAC é parceira de primeira hora, disponibilizando as tecnologias com todas as suas novidades para os participantes. Portanto, não existiria um festival de chocolate e cacau sem a presença e o apoio marcante da CEPLAC”.

Há 30 anos trabalhando com chocolate artesanal, o produtor Walter Borges de Andrade, proprietário da fazenda “Força Verde” no rio do engenho em Ilhéus, falou da sua satisfação em partcipar do evento e do trabalho de assistência que recebe da CEPLAC. “Estou gostando bastante de participar mais uma vez desse grandioso evento, poder conferir as orientações da CEPLAC através de seus técnicos que presta há muitos anos uma importante assistência e capacitação ao agricultor familiar”.

Satisfeita com os resultados alcançados durante todo o evento, a produtora de chocolate, Evanildes Neres Santos, proprietária da fazenda são João em Jequié, falou da importância de participar do evento. “Produzo chocolate há mais de cinco anos e o evento ajuda a divulgar bastante a marca do nosso chocolate “Cocacau”. Destaco nesse processo a atuação ativa da CEPLAC, pois sem ela não estaríamos aqui participando desse grande evento. Aconselho aos produtores que não deixem de procurar orientações com os técnicos da CEPLAC que se preocupam bastante principalmente com o agricultor familiar”.

Nilson Rossí, Coordenador de extensão Rural da CEPLAC no Pará e  Amazonas participou do evento com uma delegação  da secretaria da agricultura e um grupo de produtores. “Vamos realizando o festival internacional do cacau  e chocolate do Estado do Pará e com isso estamos observando algumas novidades para que seja implantada no nosso evento no Pará e a presença da CEPLAC é de grande importância , pois  onde tem cacau e chocolate tem que ter a presença da CEPLAC”.

Segundo Daniel Pioto, engenheiro florestal da Universidade Federal do Sul da Bahia – UFSB, “Esse evento a cada ano tem novas marcas de chocolates vindo da floresta. E principalmente nós que trabalhamos em parceria com a CEPLAC nos projetos de estabelecimentos em sistemas florestais, temos que incentivar o cacau para os novos sistemas de produção com reflorestamento de madeiras nativas e recuperação das áreas degradadas do estado e aumentar ainda mais a produção cacaueira aqui na Bahia. A CEPLAC está sempre na vanguarda tanto na tecnologia  para produzir o chocolate  como  também na questão do melhoramento  do cacau e do  sistema de produção.

Na opinião de Rogério Quintela, professor da Universidade Federal do Sul da Bahia e integrante do Conselho de Administração do Parque Científico e Tecnológico do Sul da Bahia - PCTSul, o evento é extremamente importante  por retratar a região e os trabalhos da CEPLAC. “A CEPLAC sempre foi a parceira de extrema importância para qualquer coisa que se fizer ligado ao cacau e sustentabilidade no sul da Bahia. Tenho muito orgulho pelo trabalho que a CEPLAC faz pois ajuda bastante ao planeta”.

 

Superintendência da CEPLAC/MAPA BA e ES

Jornalista: José Carlos Peixoto

Reportagens: José Hamilton

Fotos: Àguido Ferreira

Assessoria de Comunicação da Ceplac
Monday, 7/23/2018