Buscar no site:
Estação de Piscicultura da CEPLAC já produziu neste ano 550 mil alevinos

Neste ano de 2017 já foram produzidos 550 mil alevinos das espécies Tambaqui e Tambacu pela estação de Piscicultura da CEPLAC. Com essa produção já foram contemplados 300 famílias de pequenos produtores de 46 municípios da região cacaueira da Bahia.

A informação foi repassada pelo Biólogo e Especialista em Piscicultura, Adalberto Ferreira Guimarães, Agente de Atividade Agropecuária e responsável pelo Setor de Piscicultura da CEPLAC, localizado na sede regional do órgão (km 22 da Rodovia Ilhéus/Itabuna).

Segundo ele a meta para esse ano era de 1,2 milhão de alevinos, porém a falta de chuvas desde o ano passado prejudicou muito a reprodução dos filhotes de peixe. “Diante dessa ocorrência, devemos fechar o exercício com a produção de aproximadamente 800 mil alevinos”.

O produtor Genivaldo Santos Novais, proprietário da fazenda Bela Vista, na zona da Serra das Lontras no município de Arataca, destaca a importância dessa atividade. “Lá na fazenda tenho Seringueira, Cacau, Pecuária e Piscicultura. Há três anos comecei a criação de peixes e considero uma atividade importante e prazerosa. Tenho três represas e a minha produção uso no consumo da fazenda, da família e para comercialização. Dessa vez estou levando 4.500 peixes”.

   

Os alevinos podem ser adquiridos ao preço de 76 reais o milheiro, mediante agendamento prévio, de 8 as 11 horas e de 13:30 às 15 horas. Para outras informações e agendamento com o pessoal do setor de Piscicultura da Ceplac, os produtores interessados devem entrar em contato através dos telefones: (73) 3214-3324 e 3214-3331.

 

Assessoria de Comunicação da CEPLAC/MAPA-Bahia

Jornalista: José Carlos Peixoto

Reportagens: Luiz Fernando

Fotos: Àguido Ferreira

Assessoria de Comunicação da Ceplac
Thursday, 11/23/2017