Buscar no site:
CEPLAC/MAPA é homenageada durante o 9º Festival do Chocolate e Cacau

A CEPLAC/MAPA foi agraciada com o título de Sócio Benemérito pelos relevantes serviços prestados a Associação dos Produtores de Chocolates de Origem do Sul da Bahia – CHOCOSUL e a cadeia do cacau e chocolate da região. O título foi entregue pelo Diretor Presidente da CHOCOSUL, Gerson Marques, ao superintendente da CEPLAC/MAPA em exercício, Antonio Zugaib, durante a programação do 9º Festival Internacional do Chocolate e Cacau, que aconteceu no Centro de Convenções de Ilhéus, de 20 a 23 de julho de 2017.

O Diretor Presidente da CHOCOSUL justificou a homenagem afirmando que a CEPLAC tem importância histórica e que desenvolveu todo um projeto para a cacauicultura do Sul da Bahia. “É uma instituição que teve uma responsabilidade no desenvolvimento tecnológico e na visão estratégica do nosso cacau. Qualquer pessoa que trabalha com cacau e chocolate aqui no Sul da Bahia tem que entender a importância da CEPLAC nesse processo e o papel fundamental que ela cumpriu, cumpre e ainda tem a cumprir em relação a essas novas etapas”.

Marques ressaltou a importância do desafio que é o de fazer chocolate. “E a CEPLAC tem um papel fundamental nesse desafio. Ela tem nos ajudado através de suas pesquisas e de sua fábrica de chocolate e nós ainda vamos trabalhar muito com a CEPLAC, pois ela é fundamental para o projeto do chocolate do Sul da Bahia”.

Além da homenagem, a CEPLAC/MAPA participou ativamente do evento com seu tradicional estande e a participação do Superintendente em exercício, Antonio Zugaib, que proferiu palestra durante o V Fórum Brasileiro do Cacau e Chocolate, com o painel “O setor discute o cacau”.

 

Produtores e autoridades falam sobre os trabalhos da CEPLAC durante visita ao estande

“Estamos visitando o estande da CEPLAC no intuito de trazer cada vez mais o apoio governamental. Nós queremos a continuidade da CEPLAC, uma CEPLAC forte e que realmente faça a coisa acontecer e vamos fazer de tudo para fortalecer essa parceria e levarmos isso para o pequeno, médio e grande produtor, para fazer com que esta região ressurja”. (João Leão, vice- governador da Bahia).

“Vamos avançar muito mais com essa agregação de valores ao cacau e as oportunidades de emprego na nossa região. Sou um fã da CEPLAC e ela sempre foi a  percussora de tudo isso que nós estamos vendo aqui, num processo embrionário com o nosso amigo Mororó e outros técnicos. Temos que trabalhar nesse processo de modernização visando transformar a CEPLAC, para ela dar continuidade ao que sempre fez para o desenvolvimento do Brasil”. (Eduardo Sales, Deputado Estadual).

“A participação da CEPLAC nesse processo de se fazer chocolate na região é fundamental, pois ela é responsável pela qualidade do chocolate regional, incubando e treinando os produtores de cacau com qualidade. E atualmente nós temos um nível de excelência no nosso cacau e no nosso chocolate graças a esse trabalho.” (José Carlos Maltez, diretor do Sindicato Rural de Ilhéus, produtor da fazenda Limoeiro em Itacaré e chocolateiro  da empresa “Chocolate Fino”).

“Esse é um momento muito importante para o produtor de cacau  começar a agregar valor, e a CEPLAC sempre foi muito importante principalmente com o aumento dos chocolateiros. Portanto, precisamos sair da amêndoa e produzir o chocolate com o apoio total da nossa querida CEPLAC.” Fernando Botelho –  Produtor Rural  da Fazenda São José em Barro Preto e Chocolateiro.

“Esse evento envolveu muita gente e cresceu bastante, com um público tradicional e  a  participação de 80 expositores, palestrantes internacionais e nacionais, tudo  isso para o evento dar a sua parcela de contribuição para a região reencontrar a sua vocação natural de  grandiosa , principalmente com esse fruto de ouro que é o cacau. Lembramos a todos de que o festival nunca vai ser igual de um ano para o outro, sempre teremos muitas novidades. Também recomendamos aos chocolateiros que acreditem bastante na CEPLAC e na nossa  região cacaueira.” (Marco Lessa, Coordenador 9º Festival Internacional do Chocolate e Cacau).

 

Amostras selecionadas para o concurso Cacau de Excelência no Salão do Chocolate em Paris

Durante o 9º Festival Internacional do Chocolate e Cacau, a CEPLAC/MAPA expôs em seu estande 11 amostras de amêndoas de cacau selecionadas pelo Programa Cacau de Excelência Edição 2017, de produtores brasileiros dos estados da Bahia, Pará e Espírito Santo.

Desse total de amostras expostas, as sete primeiras foram enviadas para a França para concorrer ao Internacional de Cacau (ICA), que será celebrado no Salão do Chocolate em Paris de 28 de outubro a 1º de novembro de 2017.

Confira os produtores selecionados e suas respectivas propriedades: Classificados como “Superior com Excelência”: Emir de Macedo Gomes Filho (Fazenda São Luís, Linhares- ES, variedade: Mix de Clones Trinitários); Maria Ângela Cabral Magalhaes (Fazenda SÃO ROQUE, Ibirataia- BA, variedade: Forastero Catongo); Ivan Ferreira Dantas (Sitio Santo Onofre, Medicilândia – Pará, variedade: Híbridos de Forastero).

Amostras classificadas como “Superior”: João Dias Tavares Bisneto  (Fazenda Leolinda, Ilhéus – BA, variedade: Forastero Catongo); Pedro Roberto Santos Magalhães (Fazenda Lajedo do Ouru, Ibirataia – BA, variedade: Trinitário BN 34); Fernando Botelho Lima (Fazenda São José – Barro Preto – BA, variedade: Mix de Clones Trinitários e Forastero e Pedro Spínola (Fazenda Leão de Ouru, Ilhéus-BA, variedade: Mix de Clones Trinitários e Forastero).

Confira também os produtores que tiveram suas amostras classificadas como Superior e foram também expostas no estande: Edmon Ganem (Fazenda Nova Aurora, Ilhéus- BA, variedade: Mix de Clones Trinitários); André Luiz Vicente (Chácara Sagrada Família, Nova União- RO, variedades: Híbridos de Forastero); Edgar Morbeck Coelho (Fazenda Santa Ana, Itacaré- BA, variedade: Mix de Clones Trinitários) e José Carlos Maltêz de Souza Bastos (Fazenda Limoeiro, Itacaré-BA, variedade: Clone Trinitário PH 16).

 

Assessoria de Comunicação da CEPLAC/MAPA

Jornalista: José Carlos Peixoto

Reportagens: José Hamilton

Fotos: Àguido Ferreira

Assessoria de Comunicação da Ceplac
Friday, 7/28/2017