O Agro-Ecoturismo e o Turismo Cultural Rural como uma alternativa de desenvolvimento para a Costa do Cacau

Dentre os segmentos da atividade turística, o Agro-Ecoturismo vem ocupando um lugar de destaque no cenário turístico brasileiro, sendo fonte de motivação por grande parte dos visitantes que buscam um contato cada vez maior com o meio ambiente. Ademais, o Turismo cultural rural constitui-se em uma modalidade na qual o turista obtém uma interação com a natureza a partir da convivência do dia-a-dia das propriedades, conhecendo sua atividade agropecuária produtiva, bem como as riquezas culturais existentes, através do patrimônio arquitetônico rural, histórias regionais, saberes, lendas, cantigas, objetos, entre outros, pertinentes a realidade local. Neste sentido, esta pesquisa teve como objetivo geral verificar as possibilidades e condições favoráveis do turismo cultural rural enquanto uma alternativa de desenvolvimento para a Costa do Cacau. Também se buscou verificar as possibilidades do aproveitamento do patrimônio arquitetônico rural (importância histórico-cultural) e demais recursos naturais como atrativos para fomentar esta modalidade nas fazendas situadas na Costa do Cacau. Além disso, objetivou-se ainda sugerir ações de planejamento para a implantação e desenvolvimento desta atividade na região.

Quanto ao referencial teórico utilizado neste estudo, discutiu-se questões pertinentes, ao turismo rural e cultural e ao processo produtivo do cacau, suas lendas e histórias como atrativo turístico. No que se refere aos procedimentos metodológicos, utilizou-se o método descritivo, visando alcançar os objetivos outrora explicitados, bem como uma pesquisa bibliográfica para a discussão teórica, observações “in loco”, levantamentos fotográficos e entrevistas estruturadas - via utilização de formulários, nas pesquisas de campo realizadas nas fazendas. Dos resultados alcançados, verificou-se que as fazendas situadas na Costa do Cacau apresentam potenciais para formatar o produto “Turismo Cultural Rural”, além de outras vertentes do “Turismo no Espaço Rural” e “Turismo Rural”. Enfim, foram propostas ações que podem ser implementadas para o desenvolvimento desta vertente na região.

PALAVRAS-CHAVE: turismo rural; turismo cultural; fazendas de cacau; espaço rural.

 

Thiana de Souza Cairo
Mestre em Cultura & Turismo pela Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC) e Universidade Federal da Bahia (UFBA). Economista. Professora do Departamento de Economia da Universidade Estadual de Santa Cruz. Subgerente de Pós-Graduação da UESC